Você sabe qual o seu tipo de pisada?

Importância da execução correta do agachamento
julho 7, 2017
Suplementação pré-treino: um aliado na evolução muscular
julho 21, 2017

Você já reparou como é o formato do seu pé e como é que você pisa? Parece besteira, mas saber qual o tipo da sua pisada é importante para que você encontre um tênis adequado e não sinta desconforto durante a prática de atividade física.

Basicamente existem três tipos de pés: normal, plano e cavo. O mais comum é o normal, no qual o peso do corpo é distribuído de forma mais equilibrada. O pé plano, ou pé chato, toca o chão quase que por inteiro e possui um formato reto. Já o pé cavo é caracterizado por possuir um arco bem acentuado e curvado, no qual a planta do pé quase não toca o solo.

Além do tipo do pé outros fatores influenciam no tipo de pisada do indivíduo. São eles a disposição dos joelhos, o ângulo formado pelo quadril e a flexibilidade de articulações, como as do tornozelo e o equilíbrio dos músculos. Tudo isso determina o tipo de pisada.

A melhor forma de descobrir qual é a sua pisada é procurar um médico ortopedista. A partir da análise do desgaste do solado do calçado é possível ter uma ideia preliminar de qual a sua pisada. São três tipos: neutra, pronada e supinada. Veja a seguir, as características de cada uma!

Pisada Neutra

Tem por característica impulsionar a passada com toda a parte frontal do pé.  Cerca de 45% da população mundial tem essa pisada, e são os que têm menos restrições na hora de escolher um tênis para fazer uma atividade física, bastando apenas um amortecimento leve e o modelo que traga um melhor conforto.

Pisada Pronada

Essa pisada começa com o lado esquerdo do calcanhar e finaliza nas regiões próximas do dedão. É a segunda mais comum, cerca de 50% da população mundial tem essa pisada, muito frequente entre as mulheres.

Pisada Supinada

Neste caso, a pessoa utiliza a parte externa do pé e principalmente a área do dedo mínimo para se impulsionar. Essa passada inicia o esforço no calcanhar e mantêm o contato do pé com o solo do lado externo, terminando a pisada na base do dedinho. Geralmente pessoas como o pé cavo realizam esse tipo de pisada, sendo uma parcela muito pequena da população mundial, apenas 5%. Indivíduos com essa pisada necessitam de tênis com mais amortecimento para ter um controle maior de estabilidade.